Lendas da Internet – No que acreditar

O número de pesssoas conectadas à internet, os chamados internautas, tem aumentado em um rítmo muito acelerado, isso graças a redução dos preços dos computadores, aumento da velocidade das conexões e também do acesso móvel via tecnologia 3G e Wi-Fi.

Um mercado em franca expansão atrai todo tipo de “comerciantes”, e os endereços válidos de e-mail são uma mercadoria com uma demanda muito grande. Alguns sites onde cadastramos nossos e-mails vendem esses endereços para que outros possam utilizá-los para fins de marketing.

Quebre a corrente, não dê sequência ao spam

Outros modo de captar estes e-mails, mas de forma indireta, é a utilização de e-mails com Lendas da Internet, que consistem em histórias, normamente mal elaboradas, que leva os usuários menos experientes a divulgarem listas “sem fim” de endereços de e-mails de seus conhecidos sem saber que o estão fazendo.

A estratégia daqueles que criam as Lendas da Internet é induzir os destinatários a encaminharem o e-mail para o maior número possível de pessoas com fim de ajudar alguém ou prometendo algum tipo de vantagem financeira, apelando dessa forma para a boa fé daqueles que querem ajudar e da ganância (presente em todos os seres humanos) de ganhar dinheiro.

Spam enchem nossas caixas de mensagens

Difícil precisar quando as Lendas da Internet começaram, pois quando menos se espera recebemos novamente uma daquelas de 10 anos atrás, mas sempre é novidade para alguém.

Algumas das mais conhecidas:

- A Ericsson estava dando celulares para quem enviasse e-mails para “tantas” pessoas, para lançar seu novo celular;

- Auxiliar pessoa com câncer, normalmente criança, onde uma empresa compromete-se a pagar tantos centavos por cada endereço de e-mail anexado;

- Diretores do MSN, messenger da Microsoft, informam que o serviço será finalizado por existirem muitos usuários fantasmas, então encaminhe para provar que o seu não é um fantasma, ficando tudo azul;

- A Microsoft e a AOL irão pagar 245 dólares (exageraram no valor) por cada endereço de e-mail anexado, para rastrear e provar que o Explorer é o programa mais utilizado da Microsoft.

Esses são alguns exemplos. Temos que ter bom senso ao analisar e-mails recebidos com conteúdo semelhante a esses. Dinheiro não cai do céu, então não adianta pensar que o Bill Gates estará dividindo sua fortuna em correntes insanas que isso não deverá ocorrer.

Normalmente o conteúdo desses e-mails tem inconsistências, então seja criterioso. Se você quiser ajudar alguém com câncer, ou outra doença, procure entrar em contato direto. Não acredite que ficará milionário ou ganhará iPads só por enviar “correntes”.

Quando precisar encaminha e-mails, coloque os endereços em “cco” (com cópia oculta) não divulgando desta forma toda sua lista de contatos para possíveis fins de spam. Na dúvida, ou “pelo sim e pelo não”, opte pelo não, ou seja, não dê sequência as essas famigeradas correntes.

Está em suas mãos e você também é responsável por tornar a internet mais limpa se segura.

Artigos Similares:

 avatar

Author: Paddy

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>