Obesidade Infantil – dura realidade que não para de crescer

Enquanto alguns estão na busca desesperada por uma qualidade de vida mais saudável, outros parecem não se importar muito. A realidade de muitas crianças levam a um caminho contrário a esta busca pela saúde, o da obesidade infantil.

Virou rotina na vida de muitas crianças o consumo excessivo de doces, salgadinhos e fast-foods. A publicidade e o marketing das industrias alimentícias têm apelos tão fortes pelos consumo de seus produtos, que conseguem desenvolver nas crianças o desejo por tal alimento. Não basta apenas proíbir o consumo de tais alimentos, é necessário explicar e conscientizar a criança sobre a importância de uma alimentação saudável.

obesidade infantil é causado pelo excesso de consumo de alimentos de alto valor calórico e o baixo consumo de frutas, verduras e leguminosas. O meio em que a criança está inserida, ou seja, o ambiente familiar contribui muito na educação alimentar. A criança observará os exemplos que têm em casa e seguirá estes exemplos. Se esse ambiente não for favorável, poderá desencadear distúrbios alimentares, desenvolvimento de sobrepeso, obesidade infantil e até mesmo desnutrição infantil.

Importante estipular horários adequados para cada refeição e incentivar os filhos a fazer alguma atividade física, que além de muito importante e fundamental na vida da criança, a atividade física acelera o metabolismo, ajuda no crescimento e desenvolvimento do corpo e também psicológico.

Os pais devem e precisam se preocupar com alimentação dos filhos, afim de lhes proporcionar saúde, bem-estar e qualidade de vida, deixando os filhos longe da obesidade infantil e de possíveis doenças que podem acarretar, como diabetes, hipertensão e outras doenças crônicas relacionadas.


Artigos Similares:

 avatar

Author: Rosana

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>