Psoríase – O que é, sintomas e tratamento

A psoríase pode ser descrita como uma doença incurável que afeta a pele, não sendo contagiosa, podendo-se contraí-la somente por hereditariedade. No Brasil são cerca de 5 milhões de pessoas afetadas e no mundo mais de 125 milhões.

Ocorre tanto em homens quanto em mulheres, normalmente na faixa etária entre 20 e 40 ano, contudo, pode manifestar-se em qualquer fase da vida do indivíduo acometido pela doença.

Tem observado-se uma incidência maior em pessoas de pele branca, não existindo entre os esquimós e muito raros os casos em pessoas negras, índias e asiáticas.

Existem diversos tipos:


1. Psoríase em placas: caracteriza-se pela descamação das lesões em forma de placas avermelhadas. Normalmente as lesões apresentam-se em pequena quantidades, mas podem ocorrer casos de propagação por grande parte do corpo.

As escamas características podem evoluir até tornarem-se grossas e esbranquiçadas, ocorrendo normalmente nos cotovelos, joelhos, couro cabeludo e tronco. O paciente acometido enfrentará fases de melhora e piora.

2. Psoríase ungueal: ocorre somentes nas unhas;

3. Psoríase pustulosa: apresenta-se pela formação de pústulas principalmente nas palmas da mãos e planta dos pés;

4. Artrite psoriásica: ocorrendo com mais frequência nos dedos das mão. Caracteríza-se pela inflamação articular,podendo causar a destruição da articulação;

5. Psoríase gutata: frequentemente associado a infecções na garganta, caracteriza-se pelo surgimento de pequenas lesões circulares em forma de gota;

6. Psoríase palmo-plantar: ocorre pricipalmente mas mãos e nos pés, tornando a pele ressecada.

O diagnóstico da doença normalmente é clínico, podendo ser verificado também pela realização de biópsia.

O quadro clínico de cada indivíduo define como a doença será tratada, podendo resolver apenas a aplicação tópica ou em casos mais graves o encaminhamento para tratamento mais complexo.

Apesar de não haver cura, os sintomas podem ser combatidos, mas mesmo atingindo-se a cura clínica não pode-se afirmar que a doença não voltará.

São recomendáveis uma vida saudável e exposição solar moderada, o que ajuda muito em manter a pele hidratada.

O paciente com psoríase consegue passar por todos esses sintomas, mas com o preconceito não, ainda que notório que não é contagioso, muito evitam o contato. O estresse psíquico pode agravar os sintomas.

Não faça parte desse grupo de pessoas, não dê as costas ao paciente de psoríase, ele precisa de sua mão e de seu respeito.

 

 

Artigos Similares:

 avatar

Author: Paddy

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>