Modelos de cuecas – tem para todo gosto

Peça indispensável do guarda roupa masculino, e as vezes do feminino também, a cueca, assim como a calcinha, teve origem com os gregos, que utilizavam uma faixa em torno da cintura e entre as pernas. Fala-se que o homem das cavernas também utilizava cueca, mas se verificarmos os registros históricos, é melhor considerar como roupa normal, pois a cueca tem a particularidade de ser a “peça de baixo” e não peça única.

Posteiromente, na Europa a realeza passou a utilizar as “calças de baixo”, com uma frequência que dependia da época, pois sua finalidade era proteger a roupa principal do suor do corpo, que na época não era tão acostumado ao banho.

A evolução foi trazendo inovações aos modelos das cuecas, mas os antigos modelos convivem com os mais modernos sem problema, pois há gosto para todos os modelos disponíveis.

As mudanças foram tantas que a “peça de baixo” passou a ser mostrada sem “rodeios”, e as calças sagging (pendente) têm o objetivo de deixar parte da cueca à mostra, normalmente onde consta a marca ou logo marca do fabricante. Moda surgida nas cadeias americanas em protesto pela proibição do uso de cintos (provavelmente para evitar agressões e a confecção de cordas para fugas).

Ouve-se também, que nas mesmas cadeias americanas, a cueca à mostra servia de código entre os homossexuais para indicar que estavam aptos para o sexo. Contudo, hoje a moda sagging é muito utilizada por adolecentes, em especial aqueles que praticam skatismo.

O fato é que o importante é escolher um modelo de cueca que seja confortável e no qual você se sinta bem. Quanto a mostrar ou não parte dela, fica a critério de cada um. Mas tem cidade nos EUA em que usar cueca à mostra pode dar multa e até cadeia, então se você pensar em visitar a terra do Tio Sam, cuidado com cueca para fora!

Artigos Similares:

 avatar

Author: Paddy

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>